Tiago...


Sabes filho, uma das coisas que me levou a desistir de um blog apenas dedicado à moda foi esta necessidade de desabafos convosco, com os outros e acima de tudo que um dia possam ler aquilo que a vossa Mãe foi e que nunca vos contou pois não precisam de saber por enquanto o quanto esta vida pode ser dura. Não precisam vocês nem nós próprios precisaríamos se o ser humano aprendesse que a maldade não leva a lado nenhum e que todos nós temos um ponto final.

Queria contar-te uma coisa... durante anos, esta Mãe que vês como desbocada, destemida e livre, vivia numa bolha onde tudo e todos eram melhor que ela. Sabes, nunca acreditei que um dia conseguisse algo, nunca achei que aquilo que estudava ou sabia era suficiente ou interessante. Sempre fui boa aluna, mas achava sempre que era pura sorte e que não era nada de especial. Ouvi vezes sem conta que nunca seria boa a algo, que nunca conseguiria ser a juiz que sonhava ser, sempre achei que não existia uma pessoa que um dia me pudesse dar valor. Foi assim que cresci.
Até que conheci o teu Pai, que me deu valor, que teve orgulho em ter uma Mulher que ele sempre disse ser inteligente. Ver o teu Pai elogiar-me fazia-me confusão e depois dizia-me que devia ser algo que ele via apenas porque o amor é assim.

Olha... sabias que quando cheguei a Portugal arranjei trabalho facilmente apenas no dia em que vi que falar francês podia ser uma mais-valia?! Verdade... nunca tinha visto o falar outra língua como um ponto positivo, mas estava lá o teu Pai para dizê-lo. Verdade, precisei que ele me dissesse quais as minhas qualidades, os meus pontos fortes. Depois lá me ia validando pelas avaliações positivas que ia recebendo no trabalho. E nisto tenho tanto a agradecer à minha quality manager Patrícia, sim, aquela que é hoje a amiga da Mãe, que me mostrou sempre o quanto eu era apreciada pelos colegas e pelos superiores.
E assim fui ganhando coragem, isso mesmo filho, coragem foi sempre o motor que me levou mais longe. Sem acreditar no meu inglês aprendido com os livros e com os filmes, lá fui eu a uma entrevista com uma alemã e nem imaginas como eu tremia, mas sabes que mais? Escolheram-me. Isso mesmo filho, escolheram-me. E bastou-me ter coragem mesmo não acreditando em mim. Já viste como a vida é estranha? Mas vale a pena, acredita.

Um dia já com a cabeça um bocadinho mais erguida, decidi que eu merecia escolher onde queria trabalhar em Portugal, na lista estava a Cisco, a Siemens e a HouseTrip. As três receberam o meu cv. As três chamaram-me para testes, entrevistas. Filho, as três enviaram-me contrato para assinar. Tremi tanto, pela primeira vez na minha vida dizia EU não a grandes empresas e fui EU que escolhi para onde queria ir.
E aquela chamada na sexta-feira que me disse "Ligo-lhe hoje para que passe um bom fim-de-semana. Bem-vinda à Cisco". O Pai não estava em casa, tinha ido buscar-vos à escola. Encostei-me à parede da sala daquele sétimo andar e sem um suspiro sequer desatei a chorar num misto de agradecimento à vida e um "caramba, eu cheguei aqui, eu.".
E ali estava eu cheia de dúvidas com o meu inglês (obrigada Ana e João que me disseram que o meu inglês era ótimo no fim da entrevista) que seria usado diariamente com uma manager alemã, com os meus conhecimentos de Excel (na altura tão básicos. - Obrigada Hugo por me teres ajudado sem saberes sequer todas as minhas dores da alma). Mas, sabes filho, consegui, consegui o meu lugar, trabalhei muito e no fim fui sempre reconhecida pelo meu trabalho, dedicação e sorriso. Sempre.

Filho, sei desse sonho em seres jogador de futebol, perdoa-me só te ter inscrito num clube há um ano, percebo hoje que dedicar o meu tempo a vocês é bem mais importante que aquele ordenado alto que trazia para casa.
O treinador A. disse-te que és um excelente jogador de futebol, que és um miúdo respeitoso, trabalhador e dedicado. 
Hoje, ao telefone enquanto falava de futebol o T. (sim, aquele que tiveste no D1) disse como se estivesse a falar da coisa mais banal "O Tiago nunca será jogador profissional". A Mãe pediu desculpa e desligou. Desliguei porque voltei aquela miúda a que toda a gente fazia questão de dizer que nunca seria nem conseguiria isto ou aquilo. E depois de chorar uns longos minutos relembrei-me de todo este caminho que fiz e que acabei de te contar.

Sabes filho, sonha e continua a sonhar sempre por muito que façam questão de te dizer que não vais conseguir isto ou aquilo. Acredita em ti, luta por ti sempre com a certeza de que vales a pena. Lembra-te da Mãe que escolheste, lembra-te que ela vem de longe. Que ela não desistiu nem dela, nem da vida com que sonhou.
Sei que sonhas com o Benfica e posso dizer-te que juntarei todo o dinheiro deste mundo se for preciso para que um dia possas pisar aquele relvado e chutar uma bola numa qualquer formação deles. Viverás o teu sonho se continuares a ser quem és, trabalhador, dedicado e muito respeitoso. Eu sei que sim. E nesse dia espero que venhas aqui e que possas dizer ao mundo, os sonhos realizam-se. Eu cá estarei para te levar onde a vida permitir porque os teus sonhos são os meus objetivos.

Lembra-te de como a vida muda e aquilo que está guardado para nós, mais tarde ou mais cedo acaba por se realizar quando o coração merece. O meu mereceu, tenho-vos. O teu também merecerá. Acredita!

11 comentários:

  1. Que texto maravilhoso!!! Palavras sentidas e cheias de emoção. O quanto me identifico contigo, e me revejo nestas palavras. Engraçado... se eu pensar em mudar de emprego, a minha grande mais valia imediata é saber falar francês! :)
    Também cheguei ao ponto de ser eu a dizer Não ás empresas, e também consegui tudo sozinha, com luta, dedicação e claro com um sorriso no rosto! Sempre!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom quando chegamos a um ponto da nossa vida conscientes da mais-valia que somos para a sociedade e sobretudo das nossas capacidades. É maravilhoso.
      Um grande beijinho querida Alex

      Eliminar
  2. O mundo do desporto é lindo, mas também é uma valente merda. Nenhuma criança/adolescente merece ouvir que "nunca vais ser ninguém". Eu estive no mundo do atletismo e conheci pessoas fantásticas, outras péssimas. O meu irmão também é jogador de futebol, ainda só tem 17 anos. Ainda com 8 foi para um grande clube, foi dispensado passados 6 anos com a justificação que "era demasiado pequeno para algum dia jogar futebol profissional". Não desistiu, e enquanto os que ficaram, hoje praticamente apenas aquecem banco porque se encostaram à sombra da bananeira, hoje ele pode dizer já passou por 3 grandes clubes, já jogou contra os grandes da europa e que até empresário tem sem ter procurado nada, apenas por demonstrar a sua vontade de trabalhar a cada jogo. O T. que nunca desista, nunca! Com uma mãe assim decerto que coisas fantásticas estarão por chegar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olga, nem imaginas o quanto o teu comentário me emocionou. Nem imaginas o quanto eu desejo que um dia o Tiago te possa ler. Acreditas que o argumento é exactamente esse? "Não tem altura suficiente". Mais uma vez as entraves que as pessoas colocam na vida dos outros por causa de características físicas... é incrível. Mas, tal como em tudo na vida, no fim só resta quem nunca baixou ou braços, quem nunca desistiu, quem acreditou em si e não nas palavras dos outros. Tenho a certeza que ele será quem quer ser, seja dentro ou fora de um relvado.
      Obrigada querida Olga sobretudo pelas palavras, pelo testemunho e partilha que nos deixas, a mim, a ele e a todas as mães que às vezes procuram conforto nas palavras de quem passa pelo mesmo.
      Um enorme beijinho

      Eliminar
    2. Ana quanto à parte da altura, a minha resposta ao treinador seria: Messi - 1,70m; João Moutinho - 1,70m; Quaresma - 1,75 (...). A média dos jogadores portugueses é a mais baixa da Europa e curiosamente, somos o país que mais jogadores dá às principais ligas europeias! Tal como o tema plus size, no tema do desporto ainda temos imensa cultura desportiva para ensinar a muitos especialistas, a muitos pais chamados "treinadores de bancada" e às sociedades em geral, como a Portuguesa que só se lembram dos seus atletas nas grandes competições! Mesmo que o T. mais tarde até venha a gostar de outro desporto, tenho a certeza que será bem sucedido, porque mais importante do que se ser "profissional" é ser-se feliz com a bola no pé, com o testemunho na mão ou com o rabo na bicicleta! Um grande grande beijinho Ana!!

      Eliminar
    3. Olga as tuas palavras são incríveis e dei por mim a ler-te e a pensar, caramba na internet não há só gente de julgamento fácil, também existem pessoas com a noção da riqueza que é partilhar as suas experiências. Obrigada! De coração!
      Sabes, em relação à altura também dou esses exemplos e no fim ainda lhes digo "não quero com isto dizer que o Tiago é um Messi ou um Quaresma, isto são apenas exemplos porque aquilo que desejo é apenas que o Tiago seja o Tiago, único, sem imitações e com as suas capacidades".
      O blog pode dar muitas voltas, mas apagado nunca será, quero mesmo muito deixar-lhes estes testemunhos para que se possam inspirar quando as coisas podem ir eventualmente menos bem.
      Um grande beijinho e um agradecimento enorme do fundo do coração ❤️

      Eliminar
  3. Nunca, mas nunca vou entender a necessidade de exposição da vida privada. Provavelmente o seu filho nem vai gostar que o tenha exposto desta maneira. Mas isto sou eu, que sou "maldosa" e que só lhe quero mal, na sua visão.
    Este blog é público, logo reservo-me no direito de emitir a minha opinião sempre que o considere necessário, sem a ofender. Expresso somente a minha opinião. A senhora pode não gostar, mas quem expõe a vida, sujeita-se a comentários. Porque é que nestes blogs não falam de trivialidades para animar e fazer com que os dias pareçam menos cinzentos? Porque é que hão-de falar de intimidades e publicar fotos de menores que podem, infelizmente, serem usadas por pessoas preversas para fins menos próprios?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eh pah o mulher mas eu estou a cagar-me se me quer mal ou bem, não a conheço de lado nenhum. Se se cruzar com o meu filho, sabe quem é? Nunca na vida. Quer blogs disto e daquilo?! Então guarde essa esperteza toda para pesquisar na internet algo que lhe agrade. E agora, fique para aqui e volte quando quiser que os malucos são mesmo assim, quanto mais nos afastamos deles mais eles nos procuram. Eu sei que tenho uma energia do car%^_• e que isso a alimenta por isso vá mais uma boa ação da minha parte. Beijinho na bochecha do rabo e use também esse poder de liberdade de expressão no dia-a-dia, é que na internet somos todos livres, lá fora é só para quem tem colhões e a si falta-lhe disso.

      Eliminar
    2. Anónimo,
      Sabe o que é que eu faço quando não gosto de um post, de um programa de tv??
      Passo à frente.... é simples.
      Não é por que é um blog público que você pode vir para aqui incomodar.
      Deixe os outros fazerem o que quiserem.... viva a sua vida e deixe a dos outros em paz.

      Eliminar
  4. Que bonito Ana!
    A maneira como escreves toca as pessoas :)
    Mas afinal esse senhor tem alguma bola de cristal para ter tamanha certeza?
    Porquê que as pessoas teimam em desmotivar e deitar ao chão os outros, crianças inclusive?!
    Ainda bem que ele te tem como mãe. Alguém que lhe dá apoio, amor, segurança. Com certeza será uma pessoa grande em muitos aspetos.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes Filomena, esta sociedade está programada para uma constante competição e infelizmente as pessoas sentem um certo poder ao minimizar as outras. Para além disso existe depois um grande problema, é que estão tão formatadas para essa maneira de viver que nem sequer usam filtro com crianças, infelizmente é assim.
      Mas, sim, o meu Tiago já é uma excelente pessoa e tenho a certeza que deixarei uns verdadeiros homenzinhos quando a hora do meu ponto final chegar. Respeito, dedicação e equilíbrio é tudo o que precisam para serem felizes ❤️
      Beijinhos Filomena

      Eliminar

Feel welcome!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...