"Eu fico para sempre"


Às vezes pego num lápis, numa caneta ou no computador para vos escrever todas as conversas que vão surgindo na minha cabeça e que eu gostava de partilhar em volta de uma mesa com café quente e com gente que gosta de ouvir, mas também desabafar quando dói ou quando faz bem, com gente que assume os sentimentos e as fases excelentes ou menos boas da vida sem medo de sentimentos negativos por parte dos outros.
Assim, escrever como me apetece sem ter de pensar em como começar o meu texto, sem pensar em pedir desculpa pela ausência porque acima de tudo quem lê sabe que se ainda não "abri a boca" foi porque o tempo não permitiu e entende, sem criticar nem exigir seja o que for.

Desta vez em frente a este ecrã escrevo-vos porque há mais de um mês que não consegui passar por aqui... se é cansaço? É. Se estou cansada do blog ou de vocês? Claro que não. Apenas existem fases mais difíceis de gerir na vida de cada um de nós e são esses tempos que me fazem redefinir prioridades e como podem imaginar uma "conversa de café entre amigas" não fica nos primeiros lugares da minha lista.
O que tem de bom esta minha ausência? MUITA coisa para vos contar!

Não sei muito bem em que ordem nem como, mas posso dizer-vos que nos próximos tempos temos assunto que chegue, ora sobre médicos que desenham dramas porque te apresentas num corpo gordo, falarei convosco também sobre a experiência do filho mais velho que implicou ter em minha casa mais um jovem que não falava nenhuma das línguas que conheço, sobre a nossa viagem a Londres (posso dizer-vos que o coração sofreu um bocadinho mais quando duas semanas depois no mesmo sitio alguém se lembrou de atacar quem não pediu guerra nenhuma?), sobre os meus cabelos (tenho tanto para falar sobre isto), dos projetos de decoração (que muitos gostam) e falarei convosco também sobre esta minha fase em que cada vez mais quero o essencial e esquecer a maldade que por aí anda. 


Tomo conta de mais duas crianças, que neste momento passam também elas momentos menos agradáveis visto que a varicela não as larga.
Volto, claro que volto, com aquilo que me vai no coração, em breve.

Um abraço muito apertado a quem me envia sempre um carinho em forma de palavras e não se esquece que eu existo e que se entrei na vida de alguém "eu fico para sempre".

12 comentários:

  1. Por aqui chove e faz "um pouco de frio" mas é só "por fora" porque agora o meu coração ficou mais quentinho com notícias tuas :) Percebo que haverá alguns muros para saltar mas a vida real é mesmo assim! O importante é nunca nos esquecermos de que o sol se põe e nasce todos os dias e que se hoje chove aqui, amanhã ou depois desponta um sol lindo.... a Sabedoria está em compreendermos os ritmos que a Natureza nos ensina... e descobrirmos onde está o chapeu de chuva e o chapéu de sol... e não perder a capacidade de sorrir ....Beijinho ... Vou espreitando a saber de ti ! Melhoras dos "invadidos"pelas borbulhas das varicelas... que sequem rápido!:)

    ResponderEliminar
  2. Volta... volta sempre que nós gostamos de te ouvir! Lili

    ResponderEliminar
  3. Eu estou aqui nesta vida e em todas as outras que sr seguirem!
    E gosto tanto quando a primeira coisa que um médico diz assim que me (nos) vê é: " Ah isso é de ter peso a mais!" .... Ontem conheci uma senhora com metade do meu peso, hipertensa, com colesterol quase a 300 e com uma data se problemas nos ossos. E só tinha mais uns 5/6 anos que eu...... Enfim.
    Estás a precisar da primavera nas montanhas...de calçar os tênis de caminhada e ir respirar, inspirar e limpar a alma.
    Os que te gostam estarão sempre "aqui"!
    Desta que te gosta assim muitoooo!!!!
    Tua gémea

    ResponderEliminar
  4. Já tive um pequeno drama com o meu médico dos joelhos devido ao peso e ele tem aconselhado a emagrecer, mas por vezes penso que ele diz isso a toda gente porque para eles uma pessoa com corpo gordo só come porcaria e passa o dia deitada, só que não!
    Foi muito bom ler este texto e ter notícias tuas.
    Beijinhos!
    http://grandesonhadorablog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Ainda bem que ficas para sempre que pessoas como tu fazem cá falta. Beijo

    ResponderEliminar
  6. Ainda bem que ficas para sempre que pessoas como tu fazem cá falta. Beijo

    ResponderEliminar
  7. Ja tinha muitas saudades tuas mas respeitei a tua ausencia...
    Londres e uma das cidades que mais amo!
    Beijinhos
    Manela

    ResponderEliminar
  8. É importante fazermos as coisas com amor, com gosto e não proque tem que ser, não é? Recupera-te faz o que tem que ser feito e quando te sentires em força, volta que eu cá gosto muito de te ler!
    Um beijinho

    ResponderEliminar
  9. É sempre com muito gosto que leio o que a Ana escreve.Gostei muito das fotos de Londres.Quando estiver preparada para dedicar um tempo ao blog cá estarei para ler com muito gosto!

    ResponderEliminar

Feel welcome!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...