My other side...


Hoje estão de volta à escola, o mais velho começou aquilo que por aqui chamam o ciclo. Uma viragem, uma porta de entrada para este mundo "dos grandes". Acompanhei-o perto da escola, deixei-o seguir para junto dos amigos, um beijinho e um acenar de mãos onde o coração fica apertado. Mas apertado porquê? Se ele não vai fugir e daqui a umas horas estará de volta à nossa bolha onde me contará todas as suas aventuras?!
Apertado porque por muito que o queira ver voar, ser feliz e independente, guardo em mim sempre a necessidade do seu sorriso, das suas conversas e daquele abraço prolongado que me dá todas as manhãs. Ele está a crescer, não rápido, não. Está a crescer ao ritmo dele, que respeito, mas confesso que sinto um aperto por ver que sou "só" a Mãe dele e que existe um mundo inteiro para ele descobrir sem depender mais de mim.
Os outros dois, voltaram à mesma escola, às mesmas caras, ao mesmo funcionamento, onde todos nos conhecemos, onde os amigos da bola ou vizinhos se encontram no recreio, afinal vivemos numa vila pequena e tudo vira a nossa casa.

Há uns tempos, quando partilhei convosco esta nossa escolha, recebi um comentário que me surpreendeu, nem positivamente nem negativamente, foi apenas um comentário que me empurrou para a minha situação e me fez pensar como é que nós nos organizámos para que eu não sentisse o mesmo.
Uma leitora comentou comigo que passou uns tempos em casa para se dedicar à família, mas que foi uma experiência negativa porque se sentiu usada, como empregada doméstica e nada valorizada por tudo o que fazia.
Foi então que dei por mim a pensar, "Ana como é que fizeste para não te sentires assim?". E honestamente, não fiz, fizemos.
Aquilo que fizemos foi por os pontos nos is desde muito cedo. Eu não iria nunca na vida ser empregada doméstica deles. Os nossos hábitos e a educação dos nossos filhos em nada se iriam alterar. Ou seja, desde cedo que todos temos responsabilidades aqui em casa. Desde sempre toda a gente é responsável por apanhar a sua roupa do dia anterior e por no cesto para lavar. Desde sempre os meus filhos brincam e espalham os brinquedos, mas são também eles os responsáveis pela arrumação dos mesmos. Eu continuo a ser a cozinheira preferida deles mesmo o pai cozinhando de vez em quando, continuo a ser eu que arrumo e dobro a roupa como gosto e como os habituei. Nada mudou nos nossos hábitos como família. O respeito impera e sobretudo o valor de cada um continua intacto, porque somos seres humanos muito antes de profissionais. O nosso valor tem de ser construído com base nos nossos atos e naquilo que transmitimos ao mundo, não em função do nosso estatuto social ou profissão.
Por isso minha gente, sim, eu continuo a ser a Ana com as exigências normais de uma Mãe, Mulher e eles idem.

Se um dia decidirem tomar esta decisão de cuidar da vossa casa/família a tempo inteiro lembrem-se que o primeiro passo é sobretudo esclarecer bem as coisas, que tudo fique bem claro para todos incluindo as crianças. Não vale a pena calarem aquilo que pensam ou sentem na esperança de que tudo se arranjará. Como veem é uma questão que se aplica a tudo na vida, ainda mais quando tomamos uma decisão que afetará todos os membros da vossa família.

Hoje aos olhos deles sou aquilo que sempre fui, a Mãe, aquela que lhes ralha, mas que abraça como ninguém. Aquela que ensinou a por a roupa no cesto, mas que também ajudou nos primeiros passos. Aquela que lhes diz para por a mesa, mas também aquela que lhes prepara o comer que eles adoram. Hoje, tal como ontem continuo a ser a Mãe deles, que trabalhava nos computadores e que agora os acorda todas as manhãs e lhes prepara o pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar.

5 comentários:

  1. Bom dia Ana! Muitos Parabéns ao Menino da Escola dos Grandes e aos dois Manos que daqui a pouco tempo (o tempo não anda, voa...) se irão juntar a ele! Mas o que me fez "pegar na caneta" tão cedo foi a vontade de dar os Parabéns a Uma Mãe e Mulher com M maiúsculo. Eu tive o previlégio de ter tido uma Mãe Doce e Protectora (por vezes demais mas era o que Ela sabia fazer e o seu coração de Mãe lhe dizia... ) e eu guarde as melhores recordações da infância tal como certamente acontecerá com os teus meninos! E que previlégio para nós Mães , vermos crescer os nossos filhos! Dá nos por vezes "um friozinho na barriga e um calor estrangulante no coração" mas isso é a Vida com Amor...e sei que aí nesse teu cantinho, transborda! Beijinho grande Ana!

    ResponderEliminar
  2. Ai ate me fizes te chorar mas concordo com tudo😄mas e preciso impor barreiras pra que eles percebam filhos e marido que apesar se estar mos em casa nao somos empregadas somos gente e merecemos respeito e muito carinho pois eu acho que tudo o que uma mae faz nao sendo so dar beijinhos e abracos e dar carinho conforto e amor ate mesmo quando ralhamos😄😍

    ResponderEliminar
  3. Acho que o mais importante é sentirmos felicidade nas escolhas que fazemos. Cada um tem o direito de escolher aquilo que se adequa mais à sua família e à sua maneira de ser. Se és feliz assim minha querida é assim que a vida deve continuar! =)

    beijinho e boa sorte para os teus meninos nesta nova fase!

    ResponderEliminar
  4. Bom dia Ana! Muitos Parabéns ao Menino da Escola dos Grandes e aos dois Manos que daqui a pouco tempo (o tempo não anda, voa...) se irão juntar a ele! Mas o que me fez "pegar na caneta" tão cedo foi a vontade de dar os Parabéns a Uma Mãe e Mulher com M maiúsculo. Eu tive o privilégio de ter tido uma Mãe Doce e Protectora (por vezes demais mas era o que Ela sabia fazer e o seu coração de Mãe lhe dizia... ) e eu guarde as melhores recordações da infância tal como certamente acontecerá com os teus meninos! E que privilégio para nós Mães , vermos crescer os nossos filhos! Dá nos por vezes "um friozinho na barriga e um calor estrangulante no coração" mas isso é a Vida com Amor...e sei que aí nesse teu cantinho, transborda! Beijinho grande Ana!

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20.8.16

    Vá ao site IOL e veja em "Bizarro" a notícia da sobre as pivôs gordas. Isto é aberrante

    ResponderEliminar

Please feel welcome!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...