Fat Since Birth!

Vamos por os pontos nos is. Neste momento devem achar que estou para aqui a ferver com os comentários anónimos mal educados que muita gente teima em espalhar por aí. Mas não é de todo o caso. Apenas estou cansada, cansada de rótulos e sejam eles quais forem.

Hoje venho falar-vos do último comentário que me deixaram num blog que sigo há 7 anos. Claro que o nome que usava não era "A Plus Size Girl Who Loves Fashion" porque este blog nem sequer ainda era sonhado.
Aqui fica:
"... só come coisa saudáveis ( e em quantidade moderadas ), faz desporto e bebe água e chá q.b., mas é gorda? Se é isso deveria MESMO ir ao médico."

Eu poderia dizer imensas coisas sobre esta frase cheia de argumentos vazios porque sempre tive o coração colado à boca. Mas neste caso, vou deixar-me levar pela sensatez e controlar aquilo que os meus dedos querem escrever.

Estou farta, fartinha que o preconceito se esconda atrás de desculpas. Lembro-me de ser miúda e argumentar sempre contra o racismo, a homofobia... contra o preconceito em geral.
Ouvia coisas como "Não sou racista MAS os pretos é que matam em Portugal", "Homossexuais não me importo MAS andar aos beijos na rua é que não".
Onde é que não és racista, homofóbico a falar assim?! A sentires a diferença desta maneira?
Ora, a comunicação social ajudou imenso no combate a estes preconceitos e AINDA BEM. A questão é que se esqueceu de tantas outras diferenças e não consigo, não posso aceitar que as pessoas se esqueçam que não há X ou Y diferença que deve ser respeitada/aceite.
Somos todos diferentes e donos da nossa própria vida e isso SIM, isso deve ser respeitado.

Hoje em dia, a imagem de saudável é sempre associada a pessoas magras. Se o são ou não isso não interessa nada, aquilo que interessa é o que se vê.
Ser magra ou gorda não é nem nunca foi sinónimo de saúde.
Sejamos bem claros sobre isto.

Falo-vos por experiência própria. 
Tenho em casa alguém que adora bebidas gasosas e raramente bebe àgua. Gosta de fast food e evita a todo o custo frutas e legumes. Fuma e bebe café com açúcar (ou será mais açúcar com café?!). E é uma pessoa MAGRA, dentro das tabelas reconhecidas pelos médicos.

Nasci gorda, pesava mais de 4kg. Não gosto de bebidas com gás nem com açúcar. Gosto de àgua e chás/cafés sem açúcar ou adoçantes. Gosto de saladas, legumes, frutas e não faço dietas, este é o meu estilo de vida actual. Não fumo, nunca fumei. E adivinhem, sou GORDA, para todos sou gorda. SOU saudável. Análises feitas, tudo controladinho e de saúde cinco estrelas.

Fazemos uma coisa que nos dita como saudáveis, ACTIVIDADES FÍSICAS! É isso, mexemo-nos! E sou gorda! E gosto de quem sou e do corpo que tenho! GOSTO!
É dificil aceitar que um gordo pode gostar de ser gordo? E de ser alto ou baixo? E de ser magro? E de... e de ser quem é, simplesmente?!

Antes de olharem para o lado, olhem primeiro o espelho que encontrarem à vossa frente. Usem-no, mas usem-no para trabalhar não na imagem mas naquilo que vos leva a criticar os outros.
Ahhhh, e já agora sejam magros, gordos, altos, pequenos e visitem um médico sim, se continuarem a criticar uma sociedade que se quer DIFERENTE. Porque só com uma sociedade diferente seremos seres humanos ricos e se não aceitam isso, sim, estão doentes e a precisar de um (ou mais) médico.

20 comentários:

  1. Anónimo19.8.15

    Oh Ana,

    Com este texto disses-te tudo o que sinto e que não digo! Por norma não sou muito de expressar a minha opinião, guardo-a mais para mim!
    As vezes navego pelo Facebook, Instagram e blogs e o que vejo é pessoas magras a comerem comida saudável, a fazer muito exercício, alias é raro o dia em que não vemos uma pessoa com foto da corrida ou do almoço saudável, isso irrita-me porque parece que estão a mostrar a toda a gente que são magras e super saudáveis. Para que as gordas se sintam mal.
    Tenho uma historia para contar, tenho uma amiga que já pesou 120 kg e que neste momento está em dieta e que está no 98kg. No passado mês em conversa ela vira-se para mim e diz ''por isso é que estas gorda'' eu fiquei para morrer, penso que nunca me senti tão mal. As pessoas emagrecem e já acham que já tem liberdade para dizer tudo.
    Acho que tu és muito correta nisso, emagreces-te, secalhar continuas a emagrecer mas continuas a perceber as pessoas que estão a passar por isso e inspiras-nos. Dou-te muito valor por isso.
    Parabéns pelo texto está muito bem escrito e diz os que nós pensamos.

    Beijinhos Grandes.
    E.H

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh querida EH,
      Sabes o que te digo? Quando estiveres com essa tua "amiga" explica-lhe que o significado de humildade não é de todo fazer-se de fraquinha ou coitadinha em frente a alguém que a intimide. Ser humilde é chegar "lá" e ajudar/inspirar quem sempre andou na nossa vida a chegar "lá" também. Explica-lhe que isso é ser forte para sempre. Perder peso sim e motivar quem anda na mesma luta.
      Sei bem de onde venho, onde ando e onde quero chegar. É essencial para mim, para o meu equilibrio nunca esquecer estes "detalhes".
      Diz-lhe que conheces quem já passou os 130kg que está coladinha aos 89kg mas que jamais usará a palavra gorda como ofensa porque isso é de gente que nunca consultou um dicionário.
      GORDA é apenas um adjectivo, que em nada é depreciativo.

      Um beijinho e lembra-te afasta-te de pessoas negativas, elas consomem-nos.

      Eliminar
    2. Anónimo19.8.15

      Que bom ouvir essas palavras!
      Admiro a tua coragem de conseguires mudar tanto e gostares de ti própria.
      Ando a tentar ter essa força de vontade e começar uma caminhada que preciso. Por não me sentir bem... mas ainda não tive coragem.

      Beijinhos

      Eliminar
    3. EH coragem! Eu também passo por esse tormento da coragem, e acabo sempre por arranja uma desculpa ou outra, mas pessoas como a Ana inspiram-me... Ana como sempre e um deleite ler-te minha querida... um grande beijinho e YES WE CAN

      Eliminar
    4. EH, como eu disse há uns tempos, mudança nenhuma acontece num estalar de dedos. E eu sei, sei que vais lá chegar. Porque eu não deixo ninguém pelo caminho e por isso NÓS ainda diremos "caramba, custou, mas chegámos!" E eu sei que tu o dirás daqui a uns tempos. No TEU tempo ;)

      Grande beijinho e lembra-te "estou cá!"

      Eliminar
    5. Silvana, como te gosto!
      Sabes que quando eu estiver na tua terra não está esquecido o nosso abraço.

      Um grande beijinho

      Eliminar
    6. Anónimo20.8.15

      Vocês são maravilhosas!
      Sinto uma energia tão boa neste blog, nestas pessoas que não conhecemos, mas confiamos nelas.
      Essas palavras Ana, deixaram me emocionada e com mais força para começar.
      Obrigada, obrigada e obrigada :)

      Beijinhos
      E.H

      Eliminar
    7. E.H quando o nosso mundo é feito de gente com energia positiva tudo passa a ser mais fácil, acredita.
      Ama-te, muito mesmo. E verás como o mundo fica leve.
      Um grande beijinho que energia negativa eu não partilharei mesmo que isso implique menos comentários no blog ahahahahah

      Eliminar
  2. E quem fala assim não é gago!!! tomara ter metade da tua garra... como diz a música "beijinho no ombro das invejosas".. beijinhos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se soubesses o que eu me rio com essa música :D
      A garra é aquela coisa que somos obrigadas a encontrar quando a vida nos põe à prova :)

      Beijinho grande Euzinha :)***

      Eliminar
  3. Querida Ana, disseste tudo. Algumas pessoas precisam ainda aprender o que é respeito. Para muitas essa palavra não existe. Mas há também a inveja e não querer ver o outro bem... E acho que esse comentário malvado foi um pouco disso também. A felicidade incomoda querida... E tem muuuuitaaa gente que vai se incomodar com a sua felicidade. Mas é para isso mesmo que estamos aqui nesse mundo: nos aceitarmos e vivermos uma vida feliz, certo?
    Beijinhos e continue esse trabalho maravilhoso com o blog,
    Mari
    http://themarielement.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acreditas que me custa a entender a palavra inveja? Não sou de todo alguém a invejar. Se um dia alguém me disser "tenho inveja" dir-lhe-ei que aceito oferecer-lhe a minha vida NUMA condição.
      Terá de passar por tudo o que eu passei e no fim terá o equilibrio, a vida que construí. Só assim poderá dar valor. Afinal o meu presente nada mais é que o resultado de um passado vivido.

      Grande beijinho Mari :)***

      Eliminar
  4. Adoroooooooo Ana. É mais do mesmo, gentinha que não têm auto estima e a maneira que encontram para se sentirem bem é criticando quem gosta de si próprio e está de bem com a vida. Beijinhos e gosto de ti assim, com essa luz própria magnifica. ♡

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabes que me deste o maior elogio que alguém me pode dar? Ter luz, sempre foi o meu desejo. Porque acredito que essa energia se transmite aos outros e no dia em que uma senhora me disse "A Ana tem uma luz, qualquer coisa de especial. Isso sente-se". Lembro-me de ter chorado, de me ter arrepiado. Porque finalmente, finalmente percebi que tinha chegado à "minha praia".

      Um grande beijinho Sónia.

      Eliminar
  5. Estamos juntas nesse barco!
    Saudável, gorda, e feliz! Buscando me encontrar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha Aline. Sabes que somos tudo o que queremos. Porque nós vivemos para encontrar a essência. E eu gosto-te muito! E ai de mim se não vou ao Brasil para o ano!

      Eliminar
  6. Adoro Ana!! É isso mesmo!
    Beijinho grande :)
    http://mypinkshoesxoxo.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É tão bom ver que somos tantas tão lutadoras, tão respeitadoras de uma sociedade que se quer diferente!

      OBRIGADA!
      Beijinho muito grande Carolina xxx

      Eliminar
  7. Como é que se aplaude de pé nos blogs?! Há algum símbolo? lolol
    Porque é isso mesmo que eu faço, aplaudo de pé pelo que escreveste. E principalmente pelo que escreveste sobre seres gorda mas és saudável. PONTO!!
    Para mim que sou magra e sempre fui - mas nasci perto dos 4kg também!! - a única questão que devia de preocupar tanto a gordos como magros, é exactamente isso: ser saudável! Nós não temos todos a mesma constituição física, uns são gordos, outros são magros, uns altos, outros baixos... nada disso interessa, o que interessa é ser saudável. E sim, gostar e aceitar-se como se é!!
    Beijinhos!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alice, (que nome maravilhoso), sabes o que me deixa feliz? Cruzar pessoas assim, de mente aberta, consciente do que é o ser humano.
      Sabes, o meu filho mais leve pesava 4kg125g e acredita que hoje são crianças activas, saudáveis e de estatura normal. Noto perfeitamente que nenhum dos três é igual e que cada um tem as suas diferenças e ainda bem.
      Desde que perdi mais de 40kg que aprendi que mais vale gorda e saudável que uma busca louca por uma magreza que em nada era sinónima de saúde com todas as porcarias que cheguei a fazer.

      Sou eu. Ana, gorda, Mulher, activa, saudável. E sim, gosto muito de quem sou hoje.

      Um enorme beijinho pela mensagem maravilhosa que me deixaste.

      Eliminar

Please feel welcome!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...